A escola negou a refeição porque ela não tinha mais dinheiro em sua conta: uma menina de 6 anos foi ridicularizada na frente de seus colegas de classe - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
A escola negou a refeição porque ela…
Um garoto de rua ganha uma bolsa de US$ 3 milhões e salva sua família da pobreza Um gato desconfiado é adotado por uma garota em cadeira de rodas: nasce uma amizade especial

A escola negou a refeição porque ela não tinha mais dinheiro em sua conta: uma menina de 6 anos foi ridicularizada na frente de seus colegas de classe

Por Roberta Freitas
6.980
Advertisement

Casos de bullying e humilhação entre colegas nas escolas não são tão raros, embora nunca sejam justificáveis. Mas na história que vamos contar, no entanto, foi de alguma forma a própria escola que promoveu o bullying com uma menina de 6 anos na frente de todos os seus colegas de classe. Em que modo? Negando o almoço na cantina, pois o crédito pelas refeições da garotinha estava esgotado.

via: Wish TV
image: Wish TV

Isso aconteceu durante a distribuição do almoço na cantina de uma escola primária em Greenwood, nos Estados Unidos. Anya Howard, uma aluna de 6 anos, estava na fila com seus colegas para receber a refeição quente, quando os gerentes tiraram a bandeja de suas mãos porque, aparentemente, ela não tinha mais crédito para pagar a refeição.

Quando a menininha foi acompanhada até o início da fila para esperar uma fatia de pão com manteiga de amendoim, em vez da refeição normal, surgiram os risos das crianças, que começaram a dizer que ela era pobre. O incidente levou a garota ao mais profundo embaraço, como o avô que relatou o incidente nos conta: "Quando ela me contou o que tinha acontecido, estava muito mais do que triste", disse ele.

De acordo com a escola, o tratamento que Anya recebeu é aquele que recebem todas as crianças que não têm crédito na cantina: um funcionário é responsável por acompanhar discretamente o aluno para receber a refeição "alternativa", mas o que o avô objeta é apenas a falta de discrição.

Além disso, o homem critica a decisão da escola de remover a refeição da criança por causa de um valor de 2,25 dólares: ninguém tinha avisado a família que o crédito tinha acabado, por esse motivo, ele agora alega que foram feitas alterações nos regulamentos da escola. A escola enviou uma nota oficial informando que o crédito da cantina da menina era de US$ 0,10, mas eles não se preocuparam em informar os pais sobre o problema.

Um fato decididamente lamentável, que deixou a família de Anya e a própria garota estupefatos, humilhados por seus colegas de classe. Que pena!

Mais uma vez, regras e bom senso não encontram o meio termo certo: é certo fazer cumprir as regras, mas fazer isso independentemente das consequências sociais e do impacto psicológico de certas situações é igualmente errado, especialmente quando crianças estão envolvidas!

 

Advertisement

Deixe um comentário!

x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado