O marido deixava bebidas frescas na rua para os catadores de lixo: quando ele morreu, a esposa continuou com a sua generosidade - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
O marido deixava bebidas frescas na…
Um pitbull já adotado é Um cachorrinho ficou por dias em uma ponte onde seu dono tirou sua própria vida: o bichinho continua esperando que retorne

O marido deixava bebidas frescas na rua para os catadores de lixo: quando ele morreu, a esposa continuou com a sua generosidade

Por Roberta Freitas
1.733
Advertisement

Quando uma pessoa de bom coração morre, a perda não é sentida apenas pelos seus entes queridos, mas por comunidades inteiras. De fato, existem mulheres e homens que, com suas ações diárias, conseguem fazer o bem e se fazer lembrar das maneiras mais bonitas, mesmo que morram cedo demais, quando ninguém esperava.

Se pensarmos por um momento, talvez quase todo mundo conheça pessoas assim. Um deles era Charlie, um homem que, em Nova Jersey, morreu aos 57 anos, deixando um vazio intransponível em sua esposa Velvet, e não apenas nela. O motivo não é difícil de adivinhar, dado seu caráter e os gestos dos quais ele era protagonista. Atos de generosidade que sua esposa decidiu herdar, mantendo-os vivos e levando tudo adiante.

Em sua comunidade, Charlie era conhecido por todos pela sua disponibilidade e bondade: ele estava sempre pronto para cuidar daqueles que precisavam de ajuda, sem distinção. Era um barman de profissão e, para seus clientes, era uma verdadeira instituição. Quando chegou o verão e o calor se tornou cada vez mais sufocante, ele não perdeu a oportunidade de ajudar até mesmo perfeitos estranhos. Os catadores de lixo que passavam na frente de sua casa, neste caso, cansados, com calor e enfraquecidos, eram o objeto de sua atenção.

Percebendo a condição deles, ele não hesitou nem um momento, entrou correndo em casa e trouxe os copos e um jarro de água fresca, saciando a sede e fazendo com que sentassem em um canto sombreado por um momento. No dia seguinte, ciente de que os coletores de lixo passariam, ele os fez encontrar uma geladeira portátil na rua: dentro, gelo, água, bebidas frescas e até muita comida.

Advertisement

O caso rapidamente ficou famoso pelo distrito, e muitas pessoas, que faziam um trabalho duro, sabiam que podiam parar e se refrescar graças à bondade de Charlie. Tudo terminou quando o homem, infelizmente, morreu de repente de um ataque cardíaco. Em seu lugar, no entanto, sua esposa Velvet decidiu honrar sua memória, continuando o que ele fazia. Então, quando a estação quente voltou, ela não pode deixar de encontrar coletores de lixo e trabalhadores com água fresca na geladeira portátil. Ela também deixou uma nota sobre o assunto em que contou sobre a morte do marido.

O gesto generoso e de bom coração, ficou tão famoso em muitas outras cidades, que em várias casas começaram a surgir caixas com gelo e bebidas semelhantes às disponibilizadas por Charlie. O que podemos dizer: tradições, especialmente as mais bonitas como essa, devem ser respeitadas, e Velvet sabia perfeitamente como fazê-lo. Parabéns ao marido e à mulher e àqueles que seguem seus passos: o mundo realmente precisa de altruísmo!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado