Uma criança conforta seu cachorro idoso em seus últimos momentos de vida - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma criança conforta seu cachorro idoso…
Um entregador deixa 2 sofás na porta de uma casa: mãe e filho ficam presos por dois dias Dois irmãos ajudam um colega com deficiência todos os dias: a motorista do ônibus escreve aos pais para parabenizá-los

Uma criança conforta seu cachorro idoso em seus últimos momentos de vida

Por Roberta Freitas
861
Advertisement

Aqueles que optam por adotar, muitas vezes preferem receber em casa crianças muito pequenas e certamente não adolescentes ou crianças um pouco maiores. É uma tendência real, mas muito triste, infelizmente, já que todos merecem ter uma família amorosa com quem poder contar. Uma situação quase análoga, embora caracterizada por óbvias diferenças, acontece quando se decide adotar um cachorro: os filhotes são os que primeiro encontram um lar, enquanto os cães mais velhos geralmente são deixados para trás. Robbie é um menino que sabe o que significa ficar muito tempo em um orfanato, sem pais e sem ninguém disposto a lhe oferecer amor, por isso sua escolha em termos de cães sempre recai sobre os mais velhos. O motivo é sempre o mesmo: todos merecem uma família!

Quando Robbie foi adotado por Maria Henry Gay e seu marido, a família decidiu que só adotariam cães idosos. O pequeno Robbie, de 9 anos, se sente claramente atraído por cachorros mais velhos porque sabe o que é não ser amado e não ter ninguém para cuidar de você. Apesar de sua infância triste, Robbie se tornou um garotinho otimista e atencioso que decidiu trazer uma luz de esperança para a vida de cães menos afortunados. Uma delas se chamava Buffy, uma poodle idosa que a família havia adotado para Robbie.

Robbie tinha sofrido muitos maus-tratos quando criança, tanto que foi parar duas vezes no hospital devido a ferimentos na cabeça; os horrores que deve ter experimentado o levaram a não mais mostrar suas emoções, principalmente as lágrimas. Como sua mãe afirma, Robbie nunca chorou. A situação mudou repentinamente graças ao falecimento de Buffy, a cadela idosa de Robbie. Buffy estava muito mal e, de acordo com o veterinário, seus dias estavam contados devido a uma grave insuficiência renal; por isso, a família decidiu acabar com o seu sofrimento, antes que a doença tornasse sua vida ainda mais insuportável. A mãe de Robbie queria que seu filho participasse dessa decisão e o pequeno manifestou seu último desejo de poder segurar seu cachorro nos braços, quando ela deixasse este mundo terreno "para chegar ao Céu".

Advertisement

E foi nesse momento tão dramático que o pequeno Robbie se deixou levar por um choro sem precedentes. O abraço foi imortalizado por uma fotografia, como um lembrete de quão corajoso e compassivo Robbie foi para com sua Buffy. “As pessoas não gostam de idosos e nem mesmo de cães mais velhos. As pessoas só querem bebês e cachorrinhos”, disse Robbie. Para ele, claramente, não é esse o caso. Robbie sabe muito bem que não importa quanto tempo você tenha um cachorro, mas o quanto você o ama. E o mesmo vale para ele, que foi adotado por seus pais apenas dois anos antes do falecimento de Buffy.

Sua família continuará a adotar cães mais velhos e a trazer alegria e esperança para a vida dessas criaturas menos afortunadas.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado