Um cachorro abandonado no meio da rua não consegue se afastar do seu cobertor favorito - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Um cachorro abandonado no meio da rua…
Foge para outro país e finge que teve uma amnésia total: um gesto extremo para fugir da sogra dominadora Uma moradora de rua é contratada em um restaurante: o vídeo a mostra pulando de alegria fora da local

Um cachorro abandonado no meio da rua não consegue se afastar do seu cobertor favorito

Por Roberta Freitas
1.431
Advertisement

Ano novo, vida nova. Muitas vezes usamos esse ditado quando, ao final dos 12 meses canônicos, queremos algo novo no nosso caminho, para mudar por dentro e por fora. Isso também significa se livrar das coisas velhas de uma vez por todas: roupas, objetos, móveis, ornamentos e assim por diante. É uma pena, porém, que muitas famílias ainda considerem os cães domésticos como objetos que podem ser descartados com muita facilidade.

via: The Dodo

Na véspera do Ano Novo de 2019, na cidade de Dallas, Maria Tarashevka passeava pelo bairro, quando encontrou um cachorro sozinho e trêmulo, ensopado e com muito medo; a mulher tentou se aproximar dele, mas o cachorro recuou com medo. Pouco depois ele decidiu se aproximar, mas com um cobertor sujo entre as patas. Sua família humana o tinha abandonado lá, apenas com seu cobertor amado.

Maria não pode deixar de ligar para a associação Dallas Dog, que cuida de cães rua ou abandonados. Patti Dawson, voluntária da associação descreveu o estado do animal: “Fazia muito frio e chovia e a cadela estava deitada sobre esta manta molhada e não queria sair. Acho que ela ainda acreditava que sua família voltaria. Ela estava nesta fase: "Vou esperar mais um pouco aqui".

A pobre pitbull foi então levada para o abrigo Dallas Dog, onde foi rebatizada de Camila; os primeiros dias, porém, não foram fáceis, nem para os voluntários, nem para a cadela abandonada que não conseguia confiar em ninguém: "Ela se enrolava como uma bolinha no canto mais afastado do canil. Podíamos tocar nela, mas ela ficava imediatamente imóvel e não queria nenhum contato visual, abaixando a cabeça. Se você chegasse muito perto dela, ela imediatamente corria para o outro lado do canil".

Não só tinha sido abandonada, mas Camila também tinha uma ferida profunda no pescoço, na altura da coleira: “O veterinário disse que o ferimento pode ter sido causado por uma coleira apertada, o que significaria que ela estava acorrentada. Mas pode ser também é que ela tenha brigado com outro cachorro lá fora".

Advertisement

No meio tempo, porém, Camila encontrou um lar, que está dando a ela alegria e amor, mesmo que leve algum tempo até que a cadela recupere a confiança no ser humano e se cure da profunda ferida emocional do abandono. Mas temos a certeza que o tempo também curará este trauma e que Camila poderá desfrutar de uma família humana cheia de carinho, uma família pela qual ela esperava há muito tempo!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado