Uma criança de 1 ano estava se afogando na piscina, mas seu cachorro se jogou na água para evitar o pior - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma criança de 1 ano estava se afogando…
21 vezes que as expectativas dos clientes foram miseravelmente traídas pela realidade Duas irmãs encontram uma carteira com 200 dólares no chão e a devolvem ao seu legítimo dono

Uma criança de 1 ano estava se afogando na piscina, mas seu cachorro se jogou na água para evitar o pior

Por Roberta Freitas
343
Advertisement

O cão é o melhor amigo do homem e também é extremamente inteligente e afetuoso quando se trata de demonstrar gratidão ao dono. E foi exatamente o que aconteceu com Stanley Drauch, um menino de 14 meses que corria o risco de se afogar em uma piscina, pouco antes que seu cachorro Bear, um labrador de pelos pretos, se jogasse para salvá-lo. Quase com certeza o pequenino não teria sobrevivido sem a ajuda do cachorro, que prontamente o manteve fora da água até que sua mãe interveio. Infelizmente, mesmo nas melhores famílias, você não pode se distrair nem por um minuto se tiver filhos muito pequenos: o inesperado sempre pode acontecer!

Patricia Drauch, a mãe de Stanley, se distraiu por alguns minutos - ela foi até a garagem pegar uma ferramenta que precisava - quando, ao voltar ao jardim, não viu mais o bebê. Momentos de pânico que pareceram uma eternidade, até que ela percebeu que Stanley havia se dirigido para a piscina. Mamãe imediatamente pensou o pior, considerando que Stanley não sabia nadar, e correu para a piscina. Quando viu o corpinho do filho na água, começou a gritar, mas graças a Deus alguém da família já tinha conseguido evitar o pior: Bear, o labrador de Stanley e Patricia tinha pulado na água para resgatar o pequeno.

Graças à sua intervenção, o corpo da criança conseguiu ficar na superfície da água, para que não sufocasse. Uma verdadeira bênção: ele havia conseguido evitar o pior! O cão permaneceu imóvel, não latiu e parecia ter medo de mover um único músculo. Na verdade, a situação era crítica e qualquer gesto precipitado poderia ter comprometido ainda mais a vida do pequeno Stanley. Patricia ligou imediatamente para o pronto-socorro mas, sem receber resposta, imediatamente pegou Stanley e o levou ao corpo de bombeiros mais próximo.

Advertisement

Felizmente, os pulmões de Stanley não tinham água e os exames médicos que a criança fez não mostraram danos graves. Patricia disse com alívio que, desde que Stanley tinha apenas algumas semanas de idade, ela costumava repetir para o cachorro Bear: "Este é o seu filho também, cuide dele". Palavras que de alguma forma serviram ao seu propósito: Bear soube perfeitamente como cuidar de seu “cachorrinho”!

image: Pexels

Uma história que prova mais uma vez o quanto nossos amigos de quatro patas são uma bênção em nossas vidas!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado