“Tenho muito medo”: este médico explica porque decidiu pedir demissão após 40 anos à serviço da saúde - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
“Tenho muito medo”: este médico…
Compra uma bicicleta roubada e a devolve ao dono: é recompensado por seu nobre ato Aos 26 anos ele passa por 9 cirurgias para encontrar trabalho: agora ele é praticamente outra pessoa

“Tenho muito medo”: este médico explica porque decidiu pedir demissão após 40 anos à serviço da saúde

17 Março 2021 • Por Roberta Freitas
2.597
Advertisement

Durante a dura luta contra o Covid-19, foram os profissionais de saúde e médicos na linha de frente que vivenciaram em primeira mão a tragédia dos pacientes hospitalizados por este vírus que está causando vítimas em todo o mundo; para esses médicos, tratar os pacientes, mesmo nas maiores adversidades, é um dever ético, mas há aqueles que particularmente sentiram a pressão sobre seus ombros e decidiram renunciar após anos de carreira e serviço. Como o médico argentino que é o protagonista desta história.

O médico em questão se chama Marcelo Lemus, tem 64 anos e uma carreira na área da saúde há mais de 40 anos. No entanto, a sua decisão de abandonar a sua posição em meio à pandemia provocada pelo Coronavirus não é de natureza profissional nem mesmo pessoal, mas por razões de natureza puramente... social.

Ele pensou em dar sua explicação em um vídeo divulgado e depois divulgado na web pela Aire de Santa Fe, onde diz ter muito medo da pandemia e dos efeitos que esse vírus pode ter em nosso organismo; mas, acima de tudo, ele explica que decidiu renunciar ao cargo de médico porque tem medo do comportamento irresponsável das pessoas e até de alguns de seus colegas.

No vídeo em que Marcelo Lemus narra em detalhes sua dolorosa decisão, ele diz as seguintes palavras: “Não posso me arriscar gratuitamente. Se as pessoas tivessem mais consciência, passaria por cima e seguiria em frente, ou se fosse 20 anos mais jovem, mas a verdade é que estou com medo". Tem medo porque, explica o médico, sabe perfeitamente que foi forçado pelo sistema de saúde do seu país a trabalhar em turnos exaustivos para a sua idade, muitas vezes com dispositivos de proteção ineficazes e inadequados.

Situação precária e muito perigosa que, no entanto, se somava a uma fotografia que viu na web que retratava um grupo de jovens em uma festa na piscina, sem se distanciarem: “Era a foto de uma piscina com um grupo de mais de 200 jovens, todos juntos, cantando, bebendo, se divertindo. Uma coisa perfeitamente lógica em tempos normais, mas não neste período difícil...”

Advertisement

O pior é que esses caras da foto eram estudantes de medicina, e esse detalhe foi a gota d'água e que levou a essa dolorosa decisão de Marcelo: “Tenho três colegas que morreram por causa do vírus, não quero ser o quarto. Tenho uma vida e o que me resta quero aproveitá-la e vivê-la decentemente".

Obviamente, essa escolha de demissão gerou muita polêmica, especialmente de seus próprios colegas médicos, que o incentivaram a retornar à linha de frente com eles para lutar contra esse monstro invisível.

O que você achou da decisão de Marcelo?

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado