Um grupo de motociclistas ajuda um menino vítima de bullying na escola - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Um grupo de motociclistas ajuda um menino…
Tal gato, tal criança: 17 fotos que documentam a amizade que pode surgir entre um felino e seu pequeno dono A noiva para no meio do corredor e

Um grupo de motociclistas ajuda um menino vítima de bullying na escola

29 Março 2021 • Por Roberta Freitas
9.153
Advertisement

É possível que ainda hoje exista o bullying entre colegas de escola? Infelizmente, este é um fenômeno que ainda não foi erradicado e que consegue se enraizar de forma mais precisa nas escolas. A idade cronológica de quem comete atos de violência verbal e física contra outra pessoa está diminuindo significativamente ao longo do tempo - o fato de crianças do ensino fundamental serem capazes de tais ações mesquinhas mostra como a educação recebida pelos pais deixa muito a desejar. Uma praga, portanto, que deve ser combatida primeiro na família e, depois, em outros lugares, principalmente na escola. Por isso quem resolveu ajudar Zane, um menino de 13 anos, constantemente intimidado na escola por alguns de seus colegas de classe, foi a comunidade de motociclistas de sua zona, que interveio para apoiá-lo.

Quem melhor do que os motociclistas para saberem o que significa ser marginalizado e vítima de discriminação? Eles também são retratados como homens e mulheres fortes que não se importam com a lei, mas ainda são estereótipos e preconceitos. Na verdade, cada pessoa é diferente em seu coração. Claro, todos os membros do grupo de motociclistas que ajudaram Zane a não se sentir sozinho e ganhar alguma autoestima, compartilhavam um conjunto de valores e princípios, em primeiro lugar: o bullying não pode e não deve ser aceito.

Zane é um menino de 13 anos que estava sendo provocado por alguns valentões em sua escola. Os atos de violência nasceram inicialmente como ofensas verbais, que depois, gradativamente, também se transformaram em agressões e violência física.

A mãe de Zane estava muito preocupada com seu filho, mas ela não conseguiu encontrar a ajuda que precisava para resolver aquela situação. Zane sofria cada vez que recebia um chute, um soco ou uma ofensa pesada que precisava digerir a todo custo para sobreviver. Desesperada, a mãe do menino contou sobre os incidentes de bullying sofridos por seu Zane nas redes sociais, pedindo ajuda a qualquer pessoa disponível. Seu pedido de ajuda foi interceptado online por alguns motociclistas de sua comunidade, que não perderam tempo e partiram imediatamente em busca de Zane: “Procuramos um menino de 13 anos, mais ou menos desta altura”.

Advertisement

Eles o encontraram e a primeira coisa que disseram foi: "Rapaz, nós te amamos e nem nos conhecemos". Os motociclistas deram a ele uma t-shirt e oficialmente o consideraram "um deles". Claro, para as tatuagens ainda vai ter que esperar um pouco!

Zane teve forças para reagir graças ao apoio dos seus novos amigos e para todos aqueles que vivem a mesma situação que ele, temos apenas uma coisa para dizer: "Não desista".

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado