Há 44 anos ela adotou o recém-nascido que havia sido abandonado em frente à sua porta: hoje ele agradece por todo o amor - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Há 44 anos ela adotou o recém-nascido…
12 mulheres que se transformaram em verdadeiras princesas com a ajuda deste maquiador Estaciona em local proibido na praia: a maré alta leva sua van embora

Há 44 anos ela adotou o recém-nascido que havia sido abandonado em frente à sua porta: hoje ele agradece por todo o amor

08 Setembro 2021 • Por Roberta Freitas
3.948
Advertisement

Num mundo cheio de más notícias, onde as mães abandonam os filhos, também há histórias cheias de positividade, que são um bom presságio para o futuro da humanidade. Em 1977, uma mulher chamada Edith encontrou um bebê abandonado perto da porta de sua casa. Na época a mulher tinha apenas 27 anos mas, apesar do choque inicial de ter encontrado aquela criatura tão indefesa, ela sabia o que tinha que fazer: dar todo o amor possível para ele. Ser sua mãe. Aquele garotinho, chamado David, cresceu e hoje se tornou um homem feliz e realizado em seu trabalho. O mérito de tudo isso? De seus maravilhosos pais adotivos! Hoje David agradece publicamente a sua mãe por todo o amor e apoio que ela e seu pai sempre deram a ele.

Quando ela viu aquele pequeno pacote do lado de fora da porta de sua casa, Edith ficou muito animada; havia algo nela que já havia decidido adotar aquela criaturinha. Ela sabia que tinha que protegê-lo a todo custo. Ela o chamou de David e, junto com seu marido, eles o criaram como seu próprio filho. David cresceu feliz em uma família amorosa, sem saber que tinha sido adotado. Aos 12 anos começou a ter dúvidas sobre de onde realmente vinha, já que seus colegas zombavam dele por causa da cor tão diferente de sua pele. Diziam a ele que tinha sido adotado; David então foi até sua mãe e perguntou se era verdade. Edith lhe contou uma meia verdade, que ela o tinha adotado no hospital. A história de como ela milagrosamente o encontrou na frente de sua porta só veio à tona muitos anos depois, quando David tinha 24 anos.

David nunca sentiu rancor por não saber antes de ter sido adotado; na verdade, ele sempre agradeceu à família. A mãe e o pai, que infelizmente faleceu há alguns anos, foram os seus anjos da guarda e ele agradece a sua mãe todos os dias pelo amor que recebeu e "por ter brincado comigo".

"Eu sou quem sou graças aos meus pais", disse David com gratidão. Agora que seu pai se foi, David gostaria de retribuir "o favor" à mãe, sem deixá-la sozinha. Este é o amor que une os filhos aos pais.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado