Quem revelou o esconderijo de Anne Frank e sua família? Após 77 anos, os investigadores têm um nome - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Quem revelou o esconderijo de Anne Frank…
Jovens atletas faltam ao treino e limpam a neve das casas dos idosos do bairro Cachorro não para de abraçar a pessoa que o salvou (+ VIDEO)

Quem revelou o esconderijo de Anne Frank e sua família? Após 77 anos, os investigadores têm um nome

25 Janeiro 2022 • Por Roberta Freitas
1.860
Advertisement

Como o exército alemão, em 4 de agosto de 1944, encontrou o local exato onde a família de Anna Frank havia se refugiado? É um mistério que, talvez, depois de 77 anos, tenha encontrado uma resposta. A vida de Anne Frank foi interrompida aos 15 anos, muito cedo, como a de muitas outras crianças judias durante a Shoah. Seus diários fizeram com que a gente conhecesse a sua história: Anna viveu escondida por dois anos, junto com sua família, em um esconderijo secreto em Amsterdã antes de ser deportada junto com os outros para vários campos de concentração. Apenas o pai de Anna, Otto Frank, voltou do campo de concentração e foi responsável pela publicação dos diários de sua filha. Um pai que nunca deixou de procurar a verdade e que agora, depois de 77 anos, parece ter vindo à tona.

via: BBC
image: Wikipedia

Uma investigação inicial sobre quem havia revelado o esconderijo da família Frank ao exército alemão foi iniciada em 1947 pelo Departamento de Investigação Política da Polícia. Uma investigação que terminou com a denúncia do lojista da empresa onde estava o esconderijo dos Frank e de outras famílias, o Sr. Willem van Maaren. Mas já em abril do ano seguinte o homem foi absolvido porque as pistas contra ele eram "muito vagas". No entanto, Otto Frank sempre ficou com a dúvida se não tinham sido os próprios judeus que os traíram.

Depois de muito tempo, parece que a resposta é definitiva e perturbadora ao mesmo tempo. Uma equipe de investigação, composta por Thijs Bayens, Pieter van Twisk, historiador e jornalista, e Vince Pankoke, ex-agente do FBI, descobriu o mistério após 5 anos de investigação. Com a ajuda de dezenas de pesquisadores, arquivistas, analistas forenses, historiadores, criminologistas e técnicos de informática eles estudaram e rastrearam milhares de documentos; eles partiram do rastro de qualquer pessoa que podia ter tido contato com Otto Frank e sua família, incluindo descendentes vivos. Finalmente, a resposta emergiu da investigação: Arnold van den Bergh, um tabelião judeu que trabalhava em Amsterdã, é agora referido como o traidor plausível que revelou a posição da família Frank.

image: Wikipedia

O que deixou a equipe de investigação desconfiada foi o tipo diferente de tratamento que os nazistas tiveram com o tabelião judeu, então membro do Conselho Judaico. Arnold van den Bergh, de fato, impôs políticas nazistas em lugares judaicos e mesmo após a dissolução do Conselho, ele continuou a ser deixado em paz pelo regime. Algo, no entanto, deve ter mudado posteriormente, tanto que o ex-agente do FBI, Vince Pankoke, explicou:

"Quando van den Bergh perdeu todo o seu conjunto de proteções que o isentavam de ir aos campos, ele teve que fornecer algo valioso aos nazistas com quem teve contato para que ele e sua esposa permanecessem seguros como tinha acontecido até aquele momento". Então, é por isso que o tabelião descobriu o esconderijo de Frank, revelando as informações valiosas aos nazistas. Otto Frank, portanto, estava certo: foi um judeu que os traiu.

O tabelião tinha outra escolha? Não sabemos e não estamos aqui para julgar os fatos do passado, mas apenas para reconstruir uma história e continuar a relembrar a mais traumática das experiências vividas na Europa no século XX. Para que nunca mais aconteça.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado