Proíbe a família de segurar o bebê antes de sua esposa - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Proíbe a família de segurar o bebê…
Menina de 12 anos reforma a casa em 10 dias por pouco mais de 116 euros O cunhado a envergonha com um comentário sobre os pelos das pernas: ela o silencia

Proíbe a família de segurar o bebê antes de sua esposa

20 Junho 2022 • Por Roberta Freitas
575
Advertisement

Qualquer coisa, mesmo a menor, pode desencadear um conflito familiar. Por exemplo, casamentos e a chegada de um filho são ocasiões particularmente propensas a trazer brigas na família. Um desses conflitos aconteceu com um novo pai que compartilhou a história em um post do Reddit pedindo conselhos da web.

Segundo o relato, a esposa do autor deu à luz seu filho em novembro de 2019. A mulher teve uma gravidez muito complicada e acabou precisando passar por uma cesariana.

via: Reddit

"Minha esposa e eu conversamos sobre isso por um tempo e ela admitiu que odiava a ideia de que ela seria a última a segurar nosso bebê. Então, quando ele nasceu e ela ainda estava inconsciente, eu não permiti a nenhuma das nossas famílias que segurasse ou conhecesse o bebê", explicou o novo pai.

A mulher ficou inconsciente por quatro dias, mas felizmente ela se recuperou e conseguiu conhecer e segurar o seu bebê. Após cerca de um dia, o homem permitiu que todos os outros conhecessem e mimassem o recém-chegado pela primeira vez. "Nossas famílias ficaram perplexas, mas não havia nada realmente perturbador, exceto minha mãe e minha irmã que estavam um pouco preocupadas por nunca terem visto nosso filho", continuou o homem.

Alguns meses depois, no entanto, a nova mãe postou algumas fotos no Facebook dela segurando o bebê pela primeira vez e falou sobre o quão traumático foi o nascimento para conscientizar o público sobre possíveis complicações de uma gravidez, sublinhando basicamente o quão grata ela estava que ambos estivessem bem.

"Minha mãe e minha irmã começaram a agir como garotinhas. Disseram que não era justo e que as havíamos privado daqueles primeiros dias com o bebê", explicou o homem. "Eu disse a elas que muitas pessoas conhecem seus netos dias ou mesmo semanas ou meses após o nascimento. No entanto, elas me disseram que eu estava sendo egoísta e que não deveria fazer isso só porque minha esposa não pode conhecer ou segurar nosso bebê".

Além disso, outra pessoa sugeriu que ele privou o bebê de mais interação desde o nascimento e que ele deveria estar pensando nele e não nos sentimentos de sua esposa sobre a coisa toda, então ele pediu conselhos aos usuários da web para saber se ele estava errado.

A comunidade o apoiou unanimemente, explicando que tinha feito a escolha certa. "Como você apontou nos comentários com outros usuários, você segurou o bebê nos primeiros 4 dias". "Por "mais interação" queremos dizer simplesmente "mais membros aleatórios da família deveriam ter paegado o bebê?". "Suponho que eles só quisessem brincar de "passar o bebê", estão loucos", escreveu um usuário, "Além disso, nasceu em novembro de 2019: poucas semanas depois começou a pandemia de COVID. como podem pensar que têm uma base na qual se apoiar? O meu bebê nasceu no início da pandemia. Apenas metade da família o viu pessoalmente de longe, e apenas três deles o seguraram em seu primeiro ano de vida”, concluiu.

O que você acha?

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado