A regra havaiana dos "3 esses" para aprender a enfrentar as mudanças - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
A regra havaiana dos "3 esses" para…
O respeito deve continuar mesmo depois do divórcio: o gesto deste pai para a sua ex-mulher nos faz abrir os olhos No primeiro ano de vida de um bebê os pais perdem mais de 700 horas de sono

A regra havaiana dos "3 esses" para aprender a enfrentar as mudanças

12.333
Advertisement

Segundo o famoso psicólogo James O. Prochaska, existem duas lições fundamentais a serem aprendidas na vida: a perseverança e a mudança. A primeira consiste em dar tudo de si - recursos, tempo, motivação e energia - na realização de um objetivo. No entanto, se ao longo do tempo esse compromisso deixa de fazer sentido, porque não traz mais nenhum benefício, é necessário colocar em prática o segundo ensinamento - a mudança. 

Mas como implementar um processo saudável de auto-transformação? Isso é revelado pela regra havaiana dos "3 esses" - separar-se, sorrir, sentir.

image: pexels

Quem descreveu essa prática havaiana sugestiva foi David Kaonohiokala Bray, um padre nativo - kahuna - do vigésimo século que ajudou a espalhar a cultura destas ilhas. O pressuposto dessa regra é que quem acumula emoções negativas sem expressá-las e sem pedir ajuda de outras pessoas acaba adoecendo.

De acordo com a cultura havaiana, quando um membro da comunidade passa por maus momentos, o grupo se reúne para celebrar a cerimônia da "bolsa preta": simplesmente a pessoa atormentada enumera em voz alta suas preocupações, seus medos, simbolizados por uma pedra. As pedras são então coletadas em uma bolsa preta, que é enterrada em um lugar secreto. Somente quando essa pessoa implementar a regra dos "3 esses" a bolsa poderá ser desenterrada e destruída.

Este é o primeiro passo da regra dos "3 esses": separar-se do que pesa em nossas vidas e que nos impede de avançar - uma espécie de limpeza emocional.

image: wing.af.mil

O segundo passo é sorrir: mesmo que não seja fácil nos momentos mais sombrios de nossas vidas, devemos tentar. A razão é que, uma vez que nos liberamos das emoções negativas, devemos evitar um vazio emocional abraçando de maneira otimista o que virá. Nada pode expressar melhor e mais simplesmente este nosso novo estado de espírito do que um sorriso.

Finalmente, temos que sentir a liberdade: uma sensação avassaladora que só pode surgir quando não temos "cargas" internas que nos esmagam, mas sorriem no presente e olham para o futuro, confiantes no que virá. Sentir a liberdade é viver sem medo; e só então é a força necessária para destruir tudo o que nos oprimiu - dor, decepção, medo.

Pronto para experimentar a regra dos 3 esses?

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado