Diante de uma maldade é melhor responder com uma lição de bondade - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Diante de uma maldade é melhor responder…
Ler contos de fadas para as crianças melhora a sua capacidade de se expressar e gerenciar relacionamentos sociais Um empregado do McDonald's com síndrome de Down se aposenta depois de ter servido sorrisos por mais de 30 anos

Diante de uma maldade é melhor responder com uma lição de bondade

2.067
Advertisement

O bem e o mal sempre foram as forças que movem o mundo, em eterna contraposição e equilíbrio. Os dois elementos foram incorporados em todas as culturas e idades, com variáveis sociais, morais e culturais. Transferindo os conceitos para as ações diárias das pessoas, a questão é: como você se comporta com aqueles que são malévolos? Aqui estão algumas sugestões para você pensar e aprender a agir da maneira certa quando for vítima de uma atitude errada. 

image: Unsplash

A bondade usada como resposta a uma má ação é um ensinamento universal. Nossa boa ação redimensiona a gravidade do mal que foi infligida e ao mesmo tempo nos libera de emoções negativas.

Um ato de bondade é bom para nós e para os outros. Ser bom nos torna mais ricos porque melhora nossa autoestima, é como uma "solidariedade contagiosa", nos gratifica e nos melhora. A bondade se nutre, a maldade se esvai.

Não devemos cair no erro de pensar que perdoar é equivalente a esquecer. Conceder perdão àqueles que foram cruéis conosco é uma prova muito difícil, mas isso não significa apagar o erro imediatamente. Manteremos a memória da experiência tornando-nos menos ingênuos e mais sábios, sem continuarmos a suportar seu peso e sofrimento. Perdoar nos liberta de manter uma ferida aberta por mais do que é preciso para curá-la.

Vingar-se por um erro parece nos fazer sentir melhor, mas é apenas uma ilusão momentânea. Alimentar o rancor só levará a outro mal. Aqueles que respondem ao ódio com ódio nada ganham e acabam se perdendo.

image: Unsplash

Ninguém nasce anjo ou demônio, santo ou pecador, tudo é parte de como crescemos e como fazemos nossas escolhas. Não podemos reagir à maldade com vingança se em nossa vida decidimos não ferir ninguém.

Se a raiva e a dor geradas por um mal são fortes demais, é bom tomar todo o tempo necessário para curar a ferida. Essa "pausa" não servirá para esquecer, mas para acalmar a alma e libertar-se da raiva. Se apesar de tudo você não pode reparar o errado com uma boa ação, melhor optar por se afastar, em vez de qualquer outra solução.

O mal e a violência estão sempre prontos para serem desencadeados, portanto, para equilibrar o mundo, é preciso não apenas praticar o bem, mas também educar os outros a fazer o mesmo. Dar um bom exemplo é o melhor modo para contagiar o mundo de bondade. 

E para concluir, se você realmente não quer desistir de uma vingança, essa fórmula continua vencendo: na verdade, combater a maldade com um ato de bondade que é a melhor e mais eficaz "vingança" que você pode usar.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado