Quem se ausenta por um longo período acaba perdendo o próprio lugar na vida dos outros - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Quem se ausenta por um longo período…
As raízes psicológicas do vício do fumo, que vão muito além da dependência da nicotina Na vida tudo volta, é só uma questão de tempo

Quem se ausenta por um longo período acaba perdendo o próprio lugar na vida dos outros

2.684
Advertisement

A pior forma de ausência, a mais dolorosa, talvez seja a daqueles que estão apenas materialmente presentes, cujos abraços estão distraídos, cujos olhares estão vazios, cujos sorrisos são forçados e cuja atenção está voltada para outro lugar. Fazer sentir a nossa ausência a alguém significa não apenas fazer mal a ele, mas também mentir para nós mesmos. Apesar disso, muitas vezes é preferível viver em uma mentira apenas por hábito ou falta de coragem. Certamente, se alguém for longe demais, acabará perdendo seu lugar na vida dos outros.

image: Unsplash

Nem todas as ausências, no entanto, são o resultado de uma falta de afeto, em muitos casos fugir é um processo natural que serve para crescer. Na vida deixamos para trás tantos laços, amigos e parceiros, pessoas a quem demos e que nos deram tanto, das quais retemos a memória e das quais sempre sentiremos um pouco a falta.

Da mesma forma que você pode demonstrar afeição e estar presente em muitas formas, há tantas formas de estar ausente. Há aqueles que não podem amar e que se reconhecem como a única pessoa importante da sua existência. Há aqueles que só podem estabelecer laços frágeis, sempre destinados a terminar com um sombrio adeus. Há aqueles que perdem o interesse tanto no amor quanto na amizade e, finalmente, aqueles que tocam a vida apenas superficialmente, sem nunca realmente tocar a vida de alguém.

Não é suficiente estar presente apenas "fisicamente" com alguém, devemos também dar e devolver sentimentos e emoções. Um parceiro ou amigo cuja atenção real é movida para outro lugar é uma fonte de mal-estar e dor.

image: Unsplash

Aprenda a estar o mais presente possível, aqui estão algumas dicas simples.

Aprecie o que você tem. Há momentos em que você pode se afastar porque está cheio de projetos ou com algum problema, não importa, o que importa é "voltar", mostrando gratidão para com a sua vida e aqueles que vivem nela.
Viva no "aqui e agora". Sentimentos de culpa, remorso ou arrependimento nos levam de volta para o passado, temos de aprender a aceitar o que foi porque não pode ser alterado ou excluído. Para fazer alguém feliz e ser feliz também devemos nos conectar com nossas emoções presentes.
Saboreie as coisas simples. Para uma existência ficar cheia, preencha-a com coisas simples. O carinho de seus entes queridos, os pequenos prazeres diários, a beleza da natureza, e, finalmente, uma coisa importante, tente pensar menos.


Se você realmente ama alguém demonstre concretamente todos os dias, como se não houvesse amanhã, se você não o ama mais, deve ser honesto e ir embora sem ferí-lo.

Tags: PsicologiaAmor
Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado