Trair o parceiro usando a web tem as mesmas consequências traumáticas de um caso na "vida real": é o que indica um estudo - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Trair o parceiro usando a web tem as…
Os 5 alimentos que é melhor não esquentar ou cozinhar diretamente no micro-ondas Uma mulher fica grávida de quadrigêmeos logo após adotar quatro irmãos

Trair o parceiro usando a web tem as mesmas consequências traumáticas de um caso na "vida real": é o que indica um estudo

Por Roberta Freitas
721
Advertisement

Antigamente, para trair o seu parceiro de vida, era necessário inventar as mais diversas desculpas, como aquela clássica em que se colocava a culpa no excesso de trabalho para poder chegar tarde em casa e ganhar umas horinhas a mais com a pessoa com a qual estamos enganando o nosso parceiro. Hoje em dia, para trair, não é necessário um contato físico, bastam alguns cliques...

image: PikRepo

Com o advento e a difusão cada vez mais generalizada dos telefones celulares para uso pessoal, redes sociais e chats privados, todos se sentem à vontade para poder flertar com qualquer um que possa despertar em nós uma certa atração, principalmente física: que seja uma linda garota ou um cara que temos em nossos contatos do Facebook e Instagram, ou um amigo ou conhecido que não vemos há algum tempo, mas de quem sempre gostamos, agora temos a oportunidade de bater um papo com eles e "jogar" o jogo da sedução através da tela de um celular.

Ter um smartphone pessoal torna mais fácil "trapacear" ou flertar com alguém, basta apenas se certificar de não permitir que nossas conversas privadas ou fotos comprometedoras que enviamos ao amante não sejam lidas ou vistas pelo nosso parceiro. Mas qual é a linha tênue que divide uma traição secreta feita cara a cara no mundo real e uma traição nascida entre um bate-papo escondido e uma foto enviada a mais?

image: PikRepo

A realidade é que trair na web, embora nos pareça uma coisa menos carregada de responsabilidade pessoal na ausência de contato físico, tem o mesmo efeito psicológico que uma traição "à moda antiga": por que isso? Um estudo conduzido pelo Instituto Nacional de Saúde Mental e Neurociências de Bangalore, na Índia, aponta que as consequências de uma traição online sem contato físico têm os mesmos efeitos traumáticos de um caso, de uma traição com contato físico.

A diferença, hoje em dia, está justamente na carga psicológica da responsabilidade: as redes sociais permitem o contato direto com milhares de pessoas a milhares de quilômetros de distância com quem você pode entrar em contato, bater um papo, comentar postagens e fotos, e tudo isso sem sair de casa e deixar o parceiro desconfiado.

Ainda assim, esses tipos de escapadas digitais devem ser tratadas da mesma forma que as tradicionais. Os tempos apenas mudaram, mas o vício nunca está perdido.

Tags: ÚteisPsicologiaAmor
Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado