Um homem contraiu uma infecção potencialmente fatal por causa do seu hábito de roer as unhas - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Um homem contraiu uma infecção potencialmente…
Passar mais tempo com os pais idosos pode retardar o declínio psicofísico deles: é o que revela um estudo Este veterinário decidiu passar a noite em um canil para mostrar quanto sofrem os cães durante o inverno

Um homem contraiu uma infecção potencialmente fatal por causa do seu hábito de roer as unhas

Por Roberta Freitas
8.170
Advertisement

Você só precisa olhar em volta para perceber: roer as unhas é um hábito muito comum. Estresse, ansiedade, nervosismo ou um simples gesto que você nem percebe: existem muitas causas por trás desse vício.

No entanto, é sempre bom também pensar nas consequências do que fazemos para o nosso corpo, e a má experiência vivida pelo homem sobre o qual falaremos é um exemplo claro disso. De fato, para dar vazão ao seu hábito, este homem assumiu um grande risco.

via: Daily Mail

Como todos sabemos muito bem, um vício é muito difícil de ser abandonado, e aquele de roer as unhas se encaixa perfeitamente nesse tipo de ação. Quando se trata de excessos, no entanto, é aconselhável se controlar, a fim de evitar o pior. Um homem escocês, que preferiu permanecer anônimo, contraiu uma infecção que poderia ter lhe custado a vida, apenas por exagerar na sua onicofagia.

Sua história, publicada nas redes sociais por um amigo, teve uma grande ressonância, justamente porque estamos falando de um hábito de enorme difusão. Por um longo tempo, o homem foi incapaz de controlar seu vício, até que ele desenvolveu uma infecção grave.

A partir do dedo, a infecção passou para a mão e depois para todo o braço, o que tornou necessária uma cirurgia de emergência. Inicialmente, o homem não se preocupou muito; ele se limitou a ir à farmácia, onde foi aconselhado a aplicar sulfato de magnésio e manter o dedo coberto. A situação, no entanto, estava piorando tanto que foi necessária uma visita à sala de emergência. As fotos de seu dedo, que escolhemos não mostrar para não prejudicar a sensibilidade de algumas pessoas, falam claramente.

Advertisement

Os médicos da Glasgow Royal Infirmary que o ajudaram não o tranquilizaram. Uma vez que viram a situação médica do homem, os médicos disseram que se ele tivesse deixado mais tempo passar, também poderia ter arriscado sua vida.

Felizmente, o homem foi salvo e o caso terminou bem, mesmo que uma de suas unhas, com excelentes chances, nunca mais volte a crescer. Temos certeza de que, a partir desse momento, o homem pensará duas vezes antes de voltar ao perigoso vício de roer as unhas. E esperamos que sua história, embora seja um caso bastante extremo, ainda sirva de exemplo para muitos, a fim de não exagerar com esse hábito feio e potencialmente muito perigoso.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado