6 dicas úteis para uma boa convivência com nossa família - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
6 dicas úteis para uma boa convivência…
William, o vovô com um pulmão só que derrotou o Coronavírus após ter derrotado o câncer 12 fotos comoventes de pais que não conseguem conter a emoção ao verem suas filhas se casarem

6 dicas úteis para uma boa convivência com nossa família

Por Roberta Freitas
894
Advertisement

Sim, as medidas restritivas adotadas para conter o contágio do perigoso Coronavírus estão forçando milhões e milhões de pessoas a permanecerem trancadas em casa por algumas semanas, sem a possibilidade de sair para se divertir, ver amigos, se distrair. Muitos certamente moram sozinhos, mas outros são forçados indefinidamente a suportar membros de suas famílias que, em situações normais da vida, tendem a evitar ao longo do ano.

image: Needpix

Aqui estão 6 estratégias para manter os membros disfuncionais de sua família afastados e sempre ter uma atitude equilibrada em relação a eles:

  • Sempre encontre seu centro de meditação antes de interagir com eles: concentre-se, respire fundo, primeiro encontre seu equilíbrio interior antes de interagir com um membro de sua família que simplesmente não gosta de você. Parece um pouco difícil, mas com a prática e a paz interior você será capaz de manter aquela conversa que simplesmente não queria iniciar.
  • Fale sempre sobre coisas leves ou positivas: é inútil desenterrar velhas brigas ou tragédias do passado e do presente, para manter boas relações com a família dentro das mesmas paredes, a convivência deve necessariamente assumir tons positivos e leves sempre que possível.
  • Se você não gosta de uma conversa, não participe dela: nem todas as discussões em casa são agradáveis, se simplesmente não gostamos delas e pensamos que nos trazem negatividade, apenas as abandone e se refugie em uma conversa com um amigo próximo, talvez por telefone ou redes sociais.
  • Não acuse sempre a sua família de tudo: somos impacientes em casa, mais do que o habitual, mas nessas situações de convivência é mais "dramático" do que o habitual, mas é sempre bom não apontar o dedo para nossa família por coisas que não nos fazem bem.
  • Não tente agradar sua família: talvez eles nunca tenham gostado de você por quem você é, mas isso não significa que você precise ficar em casa com eles e mudar quem você realmente é, suas atitudes, seus pensamentos. Seja sempre você mesmo.
  • Concentre-se nos lados positivos da sua família: mesmo que você não os consiga suportar, eles também terão lados positivos para mostrar, se concentre neles. O relacionamento entre vocês será beneficiado.

Obviamente, não é fácil viver junto com os membros da sua família que você não gosta muito, mas temos sempre que tentar permanecer positivos e ver... o copo meio cheio!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado