Uma enfermeira rouba o cartão de crédito de um paciente com Covid que estava morrendo: ela corre o risco de ser demitida - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma enfermeira rouba o cartão de crédito…
Torta de maçã: a receita simples, com poucos ingredientes, como aquela da vovó Coronavírus, um supermercado aumenta o preço das máscaras

Uma enfermeira rouba o cartão de crédito de um paciente com Covid que estava morrendo: ela corre o risco de ser demitida

Por Roberta Freitas
8.869
Advertisement

Desde o início da emergência do Coronavírus, algumas figuras profissionais se distinguiram pelos sacrifícios que estão fazendo dia após dia. Obviamente, estamos falando sobre o pessoal da área da saúde e, em particular, dos enfermeiros que, junto com os médicos, estão se comportando como verdadeiros heróis para ajudar aqueles que estão hospitalizados a lutar contra o inimigo invisível que todos estamos enfrentando.

Infelizmente, no entanto, entre os enfermeiros também existem aqueles que, se comportando como nunca deveriam, decidem ganhar dinheiro em cima daqueles que sofrem. Óbvio: o que estamos prestes a contar é um caso isolado e absolutamente não deve fazer você esquecer o maravilhoso trabalho que essas pessoas fazem. No entanto, é certamente triste pensar que existem pessoas que não hesitam em realizar gestos de tal baixeza.

via: CNN
image: Facebook

Danielle Conti é uma enfermeira de 43 anos que trabalha no Hospital Staten Island University North, em Nova York. Numa época em que, nos Estados Unidos, o número de infectados e vítimas do Covid-19 é incrivelmente preocupante, não é preciso dizer que a situação nos hospitais é crítica e requer a boa vontade de todos.

Para Danielle, no entanto, não era assim. Quando Anthony Catapano, um paciente de 70 anos de idade que sofria com o vírus, chegou em sua enfermaria, a mulher pensou em se aproveitar dele, roubando seu cartão de crédito. É isso mesmo: são coisas que nunca gostaríamos de ler, mas foi o que aconteceu.

O "plano" da enfermeira era simples: o idoso, hospitalizado em estado crítico, nunca poderia ter notado a ausência do seu cartão de crédito. De fato, Danielle roubou o cartão e o usou por 3 dias antes da morte do paciente. Ela abasteceu o carro e fez várias compras, gastando um total de cerca de 60 dólares. Um valor baixo, é claro, mas é o gesto que essa enfermeira fez a ser simplesmente vergonhoso.

Não é admissível que uma pessoa que cuida dos que estão entre a vida e a morte aproveite da sua profissão e do estado de vulnerabilidade de seus pacientes para um mero ganho pessoal. Um ato inconcebível, tanto do ponto de vista pessoal, quanto profissional. As despesas feitas pela enfermeira foram descobertas em pouco tempo, e a história foi divulgada também pelos familiares de Catapano, que não deixaram de expressar toda a sua indignação com o que aconteceu.

A polícia investiga o episódio, em contato próximo com o hospital de Nova York. Enquanto isso, a enfermeira foi temporariamente suspensa e ameaçada de demissão.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado