Salvam a vida de um gatinho para depois colocá-lo em adoção, mas o bichano "escolhe" ficar com eles - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Salvam a vida de um gatinho para depois…
Um homem viaja mais de 2000 km para fazer um cão encontrar sua dona em estado terminal Um barbeiro generoso dá a um morador de rua um novo visual: ele chora de felicidade diante de sua transformação

Salvam a vida de um gatinho para depois colocá-lo em adoção, mas o bichano "escolhe" ficar com eles

Por Roberta Freitas
975
Advertisement

"Possuir" um animal de estimação é um costume muito antigo. Nos últimos tempos, no entanto, as pessoas adquiriram uma consciência mais madura nesse sentido. Antes, de fato, as pessoas iam ao pet shop para comprar um, como se fosse um objeto. Felizmente, hoje vamos nos refúgios, adotando um amigo de quatro patas que muda a vida para melhor. Mas quem é que escolhe quem? Nunca é por acaso, você escolhe e você é escolhido. E esta é exatamente a história de um amor à primeira vista.

via: Love Meow

No início de 2020, uma ninhada de gatinhos de algumas semanas chegou a um abrigo de animais em Montreal, no Canadá. Os filhoste foram encontrados na rua e em péssimas condições.

A mãe deles provavelmente estava morta, eles precisavam de tratamento 24 horas. Uma equipe de voluntários cuidou de cada um deles enquanto os gatinhos lutavam para sobreviver.

Uma das operadoras, Jess, levou para casa o menor e o chamou de Baby Mars. Ela o mantinha quente e o alimentava a cada 2 horas. A princípio, não se sabia se ele teria conseguido sobreviver, mas o "tigrinho" tinha uma grande vontade de viver.

Depois de muitos dias e muitos esforços, o filhote finalmente começou a se recuperar. Jess esperou até que ele estivesse totalmente bem, com o objetivo de encontrar uma família para ele.

Advertisement

Chegou o dia de apresentá-lo a Coralie, uma amiga que planejava fazer com que ele socializasse com seus outros gatos antes de encontrar uma família para ele. Mas Baby Mars já tinha seu próprio plano em mente.

Assim que ele conheceu a mulher, ele a "escolheu" como sua nova mãe. Ele a seguia constantemente, e estava sempre do seu lado.

Apesar de pequeno, ele sabia se fazer respeitar e notar entre outros gatos para atrair a atenção de Coralie. No final, Coralie teve que ceder àquela carinha doce e àqueles olhos com uma expressão tão humana.

Agora estava claro que não havia mais necessidade de encontrar alguém para adotar Baby Mars, porque ele já estava em casa.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado