"Socorro, minha nora não me quer na sala de parto!": o desabafo de uma sogra que se sente rejeitada cria um debate - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
"Socorro, minha nora não me quer na…
Aos 30 anos ela se torna uma mulher e sua filha de 3 anos o aceita pelo que ele é: Parentes cobra: um homem constrói um prédio muito estreito ao lado da casa de seu irmão para prejudicar a sua vista

"Socorro, minha nora não me quer na sala de parto!": o desabafo de uma sogra que se sente rejeitada cria um debate

30 Abril 2021 • Por Roberta Freitas
3.076
Advertisement

Dar à luz a uma criança certamente não é um passeio no parque - é uma experiência emocionante e alegre, mas que, na prática, também envolve muito estresse, cansaço e dor. Não é surpreendente, portanto, que uma mulher tenha preferências legítimas em termos de quem ela deseja ter perto dela naquele momento. É muito comum desejar a presença da própria mãe ou do pai da criança na sala de parto, para presenciar o momento tão mágico, porque são duas pessoas que a conhecem profundamente, diante das quais não têm medo de se mostrar. Há, porém, quem interprete mal e se ofenda por não ter sido "convidado". Uma mulher, de fato, pediu ajuda publicamente porque sua nora não tinha permitido que ela assistisse ao parto.

via: Slate

Tornar-se avó pela primeira vez é uma emoção igualmente única, mas não justifica o desejo egoísta e desenfreado de querer participar a todo custo na hora do nascimento. Julia e seu marido Steven estavam para ter seu primeiro filho e a mulher, como é normal, havia solicitado explicitamente a presença de sua mãe e do marido na sala de parto. Nem mais uma pessoa! Até porque o parto não é um show que todos podem assistir, certo? A sogra, porém, não gostou dessa atitude. A mulher ficou profundamente ofendida pelo fato de ser considerada uma "avó de segunda mão", não suficientemente digna de testemunhar a vinda ao mundo de seu neto. “Devo lembrar a ela que sou enfermeira aposentada com quase 40 anos de experiência?”, comentou a sogra indignada e entristecida com a situação.

"Achei que tinha um bom relacionamento com Julia, mas sua decisão hoje me devastou", escreveu a mulher. "Fiquei chocada e magoada com a injustiça dessa escolha e tentei implorar a ela e a meu filho, mas Julia insiste que não se sentiria confortável comigo lá". Na verdade, dar à luz não é exatamente uma ação na qual uma mulher possa se sentir confortável - muito menos na presença de sua sogra!

Advertisement

O marido de Julia, Steven, não quis incomodar a esposa em um momento tão delicado e, por isso, disse à mãe para deixar isso passar, garantindo também que ela veria o neto logo após o parto, no mesmo dia. Mas a mulher se sentiu muito ofendida por ter sido expulsa da sala de parto: "Que injusto!". Felizmente, após dar vazão a esses pensamentos, a sogra de Julia recebeu muitas respostas esclarecedoras, convidando-a a se afastar e ver a realidade de outra perspectiva: "Você se engana! Não é sobre você! Você vai ver o seu neto no mesmo dia, momentos mais tarde. Você estará na vida de seu neto enquanto viver. Nada é tirado de você. Você não foi desprezada. Vá para o corredor e leia um livro enquanto sua nora dá à luz, não roube dela este momento de felicidade".

O que você acha, a nora fez bem em deixar a sogra fora da sala de parto? Conte para gente o que você achou dessa história e o que você teria feito no lugar dela!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado