Um jovem pediu demissão porque seu empregador não quis lhe dar férias: é criticado pela web - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Um jovem pediu demissão porque seu…
Aos 92 anos, ela não liga para a opinião alheia e usa roupas coloridas e juvenis: Você também vê o leopardo da neve nesta sessão de fotos?

Um jovem pediu demissão porque seu empregador não quis lhe dar férias: é criticado pela web

15 Julho 2021 • Por Roberta Freitas
1.830
Advertisement

Encontrar um bom emprego é um problema que aflige muitos jovens e idosos que, no fim, acabam aceitando qualquer tipo de emprego. Trabalhar significa ser capaz de planejar o futuro, significa não ser economicamente dependente de ninguém além de você mesmo e também significa ter uma atividade para se dedicar a cada dia. Há muitas pessoas que aspiram a tal situação mas que, infelizmente, continuam desempregadas. É provavelmente por isso que a escolha do jovem Javier Vásquez, que decidiu pedir demissão, suscita tanta discussão. O motivo da demissão? O seu patrão não lhe concedeu as férias, um direito sagrado e inalienável para todos os trabalhadores!

Javier Vásquez, um jovem trabalhador, queria tirar férias para fugir da rotina normal de trabalho. Quem trabalha sabe que tem direito a um certo número de dias de folga, então o pedido desse cara não parece tão incomum. O jovem não explicou as razões pelas quais seu chefe não permitiu que ele fizesse uma pausa, mas seu anúncio público no Facebook, no qual ele afirma ter pedido demissão gerou muitas críticas e polêmicas. Obviamente, a primeira coisa a se pensar não é tanto o fato de que as férias são um direito, mas que "nos dias de hoje" não é absolutamente conveniente sair de um emprego seguro. A onda de críticas contra ele e sua escolha não demorou a chegar: "Não era a hora" ou comentários que aludiam ao fato de os jovens de hoje não estarem dispostos a se sacrificar, são apenas alguns exemplos do que é esse garoto teve que escutar. No final, ele saiu de férias.

Em suma, o que deveria ser um direito foi confundido com um capricho. Outro usuário comentou que não ousaria imaginar um comportamento tão imaturo se fosse o chefe de uma empresa. Apesar das várias críticas e do questionamento das ações do jovem, Javier também recebeu comentários de usuários que o defenderam e que disseram que as férias são um direito de qualquer trabalhador: o jovem estava apenas reivindicando o seu direito.

O que você acha?

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado