Duas irmãzinhas se perdem brincando perto de casa e sobrevivem 2 noites na floresta - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Duas irmãzinhas se perdem brincando…
Encontra o carro do vizinho estacionado na frente do portão de sua casa: se vinga destruindo o veículo com um machado Chupetas para adultos para aliviar a ansiedade: a última invenção de uma empresa

Duas irmãzinhas se perdem brincando perto de casa e sobrevivem 2 noites na floresta

20 Abril 2022 • Por Roberta Freitas
509
Advertisement

O pior pesadelo para um pai é não saber onde está seu filho. Quando você perde uma criança de vista, são tantas as preocupações que assaltam a mente em questão de segundos. Os pais de Leia e Caroline, duas irmãzinhas de 8 e 5 anos, devem ter sentido como se o mundo tivesse caído de repente sobre eles quando souberam que suas filhas estavam desaparecidas.

Tudo começou quando as duas meninas pediram permissão para brincar lá fora, procurando um pouco de sol; a situação piorou quando as duas meninas se perderam na vasta propriedade da família. Leia e Caroline ficaram duas noites na floresta, mas graças ao seu espírito de sobrevivência foram encontradas sãs e salvas.


Todas as crianças querem brincar ao ar livre e, aos poucos, romper com o controle dos pais, mas sabemos bem que um pai tem a tarefa de estar sempre de olho nos filhos. Claro, pode acontecer dos pais se distraírem - todos nós temos momentos de fadiga e um pai sabe bem disso! Misty Carrico estava particularmente ocupada quando permitiu que suas filhas saíssem para brincar sozinhas e provavelmente nunca imaginou que as pequenas pudessem perder o caminho de casa. O pai as havia advertido para não irem irem muito longe, acima de tudo, nunca superarem a árvore caída. As meninas, no entanto, não se importaram muito com esses avisos e antes que realmente percebessem, já estavam perdidas.

As meninas andaram por um longo tempo, em círculo, sem perceber a princípio. Depois de passarem duas vezes pelo mesmo ponto, se deram conta que haviam perdido o caminho de casa. Nada de pânico: elas já tinham acampado com mamãe e papai e tinham visto muitos filmes sobre como se comportar nesses casos, e é por isso que as pequenas imediatamente procuraram abrigo ou algo que pudesse protegê-las. Um arbusto de mirtilo e a capa de chuva de Leia teriam sido perfeito. Dessa forma conseguiram ficar o mais secas possível, evitando hipotermia durante a noite. Em vez disso, para saciar a sede, bebiam água da chuva das folhas de mirtilo.

A irmã mais nova chorou a noite toda, embora a irmã mais velha dissesse para ela ter pensamentos positivos; a menina mais tarde confessou que essa técnica não estava funcionando muito. Felizmente, porém, ela conseguiu adormecer um pouco enquanto Leia permaneceu alerta por duas noites seguidas, preocupada que algum animal selvagem pudesse atacá-las.

Advertisement

Após o primeiro dia de buscas sem sucesso, os pais das meninas pensaram o pior. Tanto o pai quanto a mãe passaram por uma enxurrada de emoções negativas que não desejaríamos a nenhum pai. Depois de duas noites longe de casa, as meninas foram encontradas pelo chefe dos bombeiros voluntários Delbert Crumley e pelo bombeiro Abram Hill.

Resumindo, acabou tudo bem para esta família que, a partir de agora, temos a certeza que nunca mais perderá de vista as pequenas Leia e Caroline!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado