Um enfermeiro salva a vida de um bebê prematuro aplicando a terapia canguru, como se fosse sua mãe - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Um enfermeiro salva a vida de um bebê…
Um carpinteiro economiza dinheiro a vida toda: graças a seus sacrifícios, 33 jovens puderam se inscrever na faculdade

Um enfermeiro salva a vida de um bebê prematuro aplicando a terapia canguru, como se fosse sua mãe

Por Roberta Freitas
1.136
Advertisement

Às vezes, os verdadeiros “heróis” se escondem entre nós, com os disfarces mais “normais”, prontos, porém, a intervir e ajudar os outros sem clamor mas com ações exemplares e significativas. Médicos e enfermeiros só podem cair nesta categoria de pessoas, determinados como são a se sacrificar pelo bem-estar dos outros.

A história que vamos contar é sobre um deles, um homem que merece estima e admiração porque fez do seu trabalho uma verdadeira missão, salvando a vida de um bebê fraco, indefeso e infeliz.

Seu nome é José Alberto Oliva e é um enfermeiro cubano que sempre viu em sua profissão uma oportunidade única de fazer o bem. Uma crença que se fortaleceu quando a pandemia do Coronavirus atingiu o mundo inteiro, causando sofrimento e dor. José deixou seu país e se mudou para a Argélia para ajudar os serviços de saúde locais a lidar com a emergência.

Enquanto estava na província de Ourgla, porém, teve uma experiência que mudou sua vida. Na unidade onde ele atendia, nasceu um bebê prematuro, no sétimo mês de gravidez, que infelizmente perdeu a mãe devido ao Covid-19. Infelizmente, o próprio recém-nascido contraiu o vírus, razão pela qual sua situação não parecia nada simples.

Salvar a vida desse menino foi um verdadeiro desafio, que José decidiu enfrentar com coragem, sem pensar em desistir nem por um minuto. A ajuda que este corajoso enfermeiro deu ao bebê foi bastante particular, pois ele tentou replicar o calor materno que infelizmente estava faltando para o recém-nascido. José aplicou o que se define como "terapia canguru", que é uma técnica que envolve o contato direto do bebê com a pele dos pais, a fim de estimular suas funções vitais e fornecer calor natural, como se o bebê estivesse em uma incubadora.

Advertisement

Durante 15 dias, o enfermeiro herói nunca se separou do bebê, e o contato pele a pele com ele valeu a pena pois, aos poucos, o bebê se recuperou do trauma do nascimento prematuro e começou a ganhar peso, melhorando dia após dia até que o teste deu negativo para o Coronavírus e ele pode voltar para casa com sua família. A proximidade com José, porém, o tornou, um membro da família, além de um herói. Esta criança conseguiu sobreviver graças àquele que, com o seu corpo, esteve perto dela, estimulando a se recuperar e a enfrentar com coragem a vida. No meio de tanta dor, às vezes ler histórias como essa é muito bom!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado