A hipersensibilidade: veja por que o dom da empatia é um sinal de um cérebro diferente dos outros - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
A hipersensibilidade: veja por que o…
Você se arrepia quando ouve a sua música preferida? Veja por que a ciência diz que você tem um cérebro especial Uma mãe diz que conseguiu melhorar o autismo da filha apenas mudando a sua dieta

A hipersensibilidade: veja por que o dom da empatia é um sinal de um cérebro diferente dos outros

1.401
Advertisement

Quantas vezes você notou que é capaz de simpatizar com as emoções dos outros com extrema facilidade? Você já notou que tem ansiedade facilmente quando tem uma longa lista de coisas para completar ou se sente "oprimido" em lugares barulhentos e com um monte de gente? Você poderia se encaixar nesses 20% da população do planeta que é categorizada pela psicologia como uma "pessoa altamente sensível" (Highly Sensitive Person).

image: Army.mil

As HSP (ou pessoas com "hipersensibilidade") possuem uma estrutura cerebral cujo produto, por incrível que possa parecer, é muito frequentemente a educação e a influência do ambiente de crescimento; isso ocorre porque, entre os genes que influenciam a hipersensibilidade, há um em particular que é muito receptivo a eventos ambientais, especialmente quando se é criança. Aqui estão 4 de algumas das características do cérebro hipersensível que as torna "diferentes" da maioria das pessoas:

O cérebro HSP responde de maneira diferente à dopamina

A dopamina é a substância química da chamada "recompensa do cérebro", que é o sentimento que nos faz felizes e vitoriosos depois de fazer algo que "queríamos" fazer com satisfação. Ainda assim, o cérebro hipersensível responde de maneira diferente à dopamina; é provável, mas ainda não há certeza científica de que sua estrutura cerebral não responde "positivamente" à substância química da satisfação; É por isso que, na maioria dos casos, as pessoas altamente sensíveis tendem a se retirar e analisar excessivamente qualquer informação externa.

Os neurônios espelhos dos HSP são mais desenvolvidos

Neurônios "espelho" são aqueles que nos ajudam a entender os sentimentos e o humor dos outros através da análise de suas ações; muitas vezes, a ação desses neurônios em particular está associada à forma de empatia que somos capazes de sentir em relação às emoções daqueles que nos rodeiam. Um estudo de 2014 apontou que a estrutura cerebral dos hipersensitivos tem um sistema de neurônios-espelho mais "ativo" do que o normal em casos de compaixão por pessoas que não necessariamente se conhecem de perto.

Pessoas altamente sensíveis experimentam emoções mais vividamente

Experimentar momentos da vida com maior intensidade não significa necessariamente ser hipersensível, mas o nível de trabalho que opera o córtex pré-frontal ventromedial nesses sujeitos é maior. Esse córtex, na parte frontal do cérebro, está conectado a sistemas que envolvem emoções. Se o gene que aumenta a vivacidade das sensações positivas ou negativas é, portanto, fundamental nas HSPs, esse é o mesmo responsável por elevar o potencial de trabalho do córtex pré-frontal ao analisar as experiências sensoriais externas.

Pessoas altamente sensíveis também são as mais "socialmente alertas"

O estudo anteriormente citado também mostrou como áreas do cérebro, como o cíngulo e a ínsula, desempenhavam um papel fundamental na estrutura cerebral de pessoas hipersensíveis. Essas duas áreas são consideradas o "assento da consciência".Em suma, é extremamente comum que as HSPs em alguns contextos sociais sejam simplesmente mais "vigilantes" ou conscientes em resposta a informações sensoriais que são acionadas quando o cérebro "analisa" a presença de outras pessoas.

Ter, portanto, um cérebro "altamente sensível" não é uma condenação à contínua super-análise do nosso meio ambiente e das pessoas ao nosso redor, mas sim um "radar" que nos permite capturar mais facilmente as intenções, pensamentos e desejos ocultos do mundo de uma infinidade de pessoas que pontuam nossas vidas, daqueles mais queridos até simples conhecidos. Um cérebro que não faz nada mais nada menos que "confiar" na sua intuição!

Source:

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado