Com estes simples exercícios poderemos manter ativo o nosso cérebro e prevenir o Alzheimer - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Com estes simples exercícios poderemos…
O seu sonho é ter uma barriga sequinha? Veja estes 5 exercícios infalíveis para os abdominais inferiores Joga o carro novo no rio por despeito: os pais não deram para ele o Jaguar que queria

Com estes simples exercícios poderemos manter ativo o nosso cérebro e prevenir o Alzheimer

1.738
Advertisement

É uma das formas mais comuns de demência, incurável e, portanto, terminal. Estamos falando do mal de Alzheimer, uma doença que afeta as faculdades cognitivas das pessoas, geralmente após os 65 anos, comprometendo a memória, as habilidades de raciocínio, o reconhecimento e a capacidade de cuidar de si mesmos.

A origem dessa patologia ainda não está clara, embora os cientistas tenham vinculado muitos casos a uma proteína beta-amilóide, que interferiria no funcionamento dos neurônios, fazendo com que eles perdessem gradualmente a função.

Embora, atualmente, as terapias não permitam a prevenção do Alzheimer, ainda é possível manter nossos cérebros ativos, seguindo exercícios úteis e recomendações para ajudar a memória e a capacidade de trabalho. Em suma, para fazê-lo ficar "jovem". Vamos ver quais são. 

Ter uma mente "ágil" é essencial para estimular os processos cognitivos do cérebro e, portanto, reduzir os riscos de degeneração. Segundo especialistas, manter o cérebro em treinamento - assim como acontece com outros músculos do corpo - pode ajudar a retardar o início dos sintomas relacionados ao seu declínio.

O exercício a fazer é muito simples. Antes de ir dormir, quando nos deitamos na cama e finalmente nos afastamos dos nossos trabalhos diários, vamos tentar lembrar de tudo o que fizemos durante o dia.

Lugares onde estivemos, pessoas com quem conversamos, comida que comemos, episódios particulares: tudo pode servir para "resumir" nossas últimas horas vividas e, ao mesmo tempo, exercitar nossas faculdades cognitivas e de memória.

Quando tudo volta à nossa mente, fechamos nossos olhos e organizamos cada lembrança, talvez colocando-as ao longo do tempo ou com base em sensações agradáveis ​​e desagradáveis. Desta forma, episódios passados ​​podem ser "resolvidos" em nossas cabeças, e isso é certamente bom, especialmente à medida que envelhecemos.

Este exercício de memória prática, no entanto, não é a única coisa que podemos fazer todos os dias para manter nossas faculdades cognitivas saudáveis. Parece óbvio, mas jogos de habilidade mental, como sudoku, xadrez, palavras cruzadas, rebus, são muito úteis nesse sentido.

Mas não acaba por aqui. Comunicar o que fizemos durante o dia para aqueles que nos rodeiam é outro "truque" para manter as memórias e as funções cerebrais vivas, bem como para evitar o isolamento, talvez devido à perda de memória.

Além disso, sabe-se que uma dieta rica em antioxidantes e vitamina E é útil para regenerar tecidos e manter as conexões neuronais. Alimentos como nozes, amêndoas, brócolis, espinafre e óleos vegetais, então, nunca devem faltar em nossas cozinhas. Seu cérebro vai agradecer!

Tags: ÚteisBem-estarSaúde
Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado